terça-feira, 20 de novembro de 2012

TPM = Tocou. Perturbou. Morreu.

Cidadão poderá participar de audiência sobre a violência contra a juventude negra no Brasil

Uma pesquisa de opinião inédita, intitulada "Violência contra a Juventude Negra no Brasil", realizada pelo DataSenado, motivou a audiência da Comissão de Direito Humanos, que será realizada nesta terça-feira, 20/11, às 09h00. O debate ocorre no “Dia da Consciência Negra”, como uma oportunidade para a reflexão sobre o problema do racismo no Brasil.
A iniciativa partiu do presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), senador Paulo Paim (PT-RS). O tema será debatido entre parlamentares, representantes da sociedade civil e do governo, e ainda por pesquisadores especialistas no assunto.
A audiência pública será aberta à participação popular pelos canais de atendimento do Alô Senado: por telefone (0800-612211), pelo site do Alô Senado, e ainda nas redes sociais, seja no Twitter (@alôsenado) ou no Facebook. As manifestações serão encaminhadas à Comissão de Direitos Humanos durante realização da audiência.
O levantamento feito pelo DataSenado investigou a opinião popular sobre as causas da violência, quem são as pessoas mais vulneráveis e qual é a experiência pessoal dos entrevistados em relação ao racismo. O DataSenado entrevistou 1.234 pessoas de 123 municípios do país, incluindo todas as capitais, no período entre 1º e 11 de outubro deste ano.
Cerca de metade dos homicídios que ocorrem no Brasil atingem pessoas na faixa etária entre 15 e 29 anos e, destes, 75% têm jovens negros como vítimas. Problema que motivou a assinatura de um acordo de cooperação técnica entre o Senado e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), em fevereiro deste ano.
A pesquisa coordenada pelo DataSenado é a primeira ação resultante dessa parceria entre os poderes Executivo e Legislativo, que se dá no âmbito da campanha “Igualdade Racial é Pra Valer”. Lançada em março do ano passado pela Ministra da Igualdade Racial, Luiza Bairros, a campanha tem por objetivos: despertar a consciência social para o problema da discriminação e incentivar iniciativas do Estado, do setor privado e da sociedade civil que contribuam para o respeito às diferenças.
SERVIÇO:
O público poderá acompanhar a reunião pela TV Senado e Rádio Senado, e ainda pelos canais transmitidos via internet, no portal do Senado. Para participar da discussão é só acessar um dos canais de atendimento do Alô Senado. Basta ligar para 0800 61 2211 ou enviar uma manifestação pela internet (clique aqui). O tema também pode ser debatido nas redes sociais, tanto no perfil do Alô Senado no Facebook como pelo twitter @alôsenado.


  
  

Breakfast Seminar on

Recent Development of the
Brazilian Power Industry

Wednesday, November 28, 2012 

  
Moderators:
Ana Karina E. de Souza
PartnerMachado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados
Ricardo de Lima Assaf
Partner, Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados

Speakers:
 Maria Florencia Attademo-Hirt
Senior Operations Advisor, Vice Presidency for Countries, Inter-American Development Bank
Roberto Fontes Federici
Legal Superintendent, Neoenergia
   
Ricardo Zagirolami
Vice President, CFPL Energia S.A.

Sponsored by:
 
Please click here to register.
   
Location:
Harvard Club
35 West 44th Street
(Bet Fifth & Sixth Avenues)
New York, NY 10036

Time:
8:00 AM - 8:30 AM
Registration, Breakfast and Networking

8:30 AM - 10:30 AM
Presentations and Q&A

Please forward this notice to your business associates.

Please disregard this message if you have already registered.