segunda-feira, 2 de abril de 2012

Bem vindo ao circo!



Inveja ou invídia é um sentimento de tristeza perante o que o outro tem e a própria pessoa não tem. Este sentimento gera o desejo de ter exatamente o que a outra pessoa tem (pode ser tanto coisas materias como qualidades inerentes ao ser).
Muitas vezes, se confunde Inveja com Cobiça, que significa querer tirar a tal coisa desejada à pessoa que a tem, fazendo com que ela fique sem ela.
A origem latina da palavra inveja é "invidere" que significa "não ver". Com o tempo essa definição foi perdendo o sentido e começado a ser usado ao lado da palavra cobiça, o que gera, até hoje, cada vez mais confusões e interpretações errôneas.
Os indivíduos disputam poder, riquezas e status, aqueles que possuem tais atributos sofrem do sentimento da inveja alheia dos que não possuem, que almejariam ter tais atributos. Isso em psicologia é denominado formação reativa: que é um mecanismo de defesa dos mais "fracos" contra os mais "fortes".
A inveja é originária desde tempos antigos, escritos em textos, que foi acentuado no capitalismo e no darwinismo social, na auto-preservação e auto-afirmação.
A inveja pode ser definida como uma vontade frustrada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pois aquele que deseja tais virtudes é incapaz de alcançá-la, seja pela incompetência e limitação física, seja pela intelectual.


O termômetro do sucesso é apenas a inveja dos 
descontentes.
Salvador Dalí
Acredito que a pessoa nasce desprovida de maldade, mas tambem não conhece o bem ainda... ela faz o bem sem saber, agrada os pais, ama a mãe...tudo sem ter consciência. À medida que vai crescendo vai descobrindo que suas atitudes tem um poder e podem afetar os outros e a si mesmo,mas isso só se aprende gradualmente!

E adivinha quem ensina a criança a ser boa ou ruim?
 A princípio os pais e irmãos, sua microsociedade, depois os outros familiares, amigos e todos com os quais ela se relaciona.

A partir de um certo momento, que não sei determinar, ela é capaz de saber qual caminho quer seguir, o bem ou o mal!
 E a partir daí ela já tem plena consciêncioa de seus atos.

PSICOPATIA: MALDADE HUMANA
O psiquiatra forense Michael Stone, da Universidade de Colúmbia, nos EUA, criou um índice

 que mede o grau de maldade em pessoas que cometeram assassinatos.

 Este índice varia entre 1 e 22 e procura avaliar: o motivo, o método e a crueldade.

 “A maldade aumenta conforme crescem a futilidade do motivo, o sadismo e a violência do

 método, e agravantes como perversão sexual, número de vítimas, tempo em atividade e tortura”.

 (Mundo Estranho, edição 103, p. 24)

Os 22 itens da maldade humana podem ser assim resumidos: pessoas que matam em defesa

 própria; parceiros que matam motivados por ciúme; pessoas traumatizadas e desesperadas

 que matam, mas se arrependem; pessoas extremamente narcisistas que matam movida por
 ciúme; pessoas que matam pessoas que se encontram no caminho de um objetivo;
 psicopatas com sede de poder que matam quando se sentem ameaçados; psicopatas frios e 
egocêntricos que matam em beneficio próprio; assassinos torturadores; assassinos seriais com
 perversões sexuais; psicopatas que colocam vítimas sob tortura extrema por um longo período
 e depois matam. (Mundo Estranho, edição 103, p. 24 a 33)

Alternative Outlook



Renewable Energy Certificate Investment 

investing in our energy future
Click here for more info

  • SMALL
    BUSINESS
    EXPO
    May 10, 2012
    10 AM - 5 PM
    Penn Plaza Pavilion,
    New York City
    (across from Penn Station)
    Click Here
    To Register
    It's Free
    SAVE 20%on Workshops, Breakfast, After Party & More
     Use discount code 'EARLY20' at check-out 
    OTHER USEFUL INFO
    Overview Of Small Business Expo
    Educational Conference Schedule
    logos5

    "Graças vou dou, Senhor, por serdes a fonte de que dimana todo o bem que me sucede. Os que esperam no Senhor renovam suas forças, sobem com asas de águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam." Isaías

Nenhum comentário:

Postar um comentário