segunda-feira, 4 de julho de 2011

"Aplaudí, amigos, a comédia já acabou."


Cansei de dar pérola aos porcos!

Nação corrupta de feiticeiros, idólatras, malignos, prepotentes, astutos, corruptos e malfeitores.
Depois de oito anos de separação, resolvi entrar com um processo de pensão alimentícia e divórcio.
Nesses oito anos, passei toda dificuldade  que um ser humano possa imaginar...
Depois de todo escândalo que foi, depois da agressão que sofri, (foram três),sendo que duas destas agressões sob influência da mãe do autor.
Resolvi ir embora para o exterior, porquê era impossível permanecer aqui devido às ameaças que recebi.
Deixei meus três filhos sob custódia dos meus pais, para “tentar” refazer minha vida.
Eu sabia que no instante que resolvi ir embora, eu estaria “botando “ minha cara para bater.
Pois bem,tinha três empregos para “ tentar “sobreviver “,e cuidar dos meus filhos aqui no Brasil.
Nunca esperei por piedade e misericórdia de ninguém, mas no meio de toda essa tempestade havia um “ufa!” dentro de mim , porquê poderia contar com a ajuda dos meus pais.
Fui ultrajada, julgada, humilhada, mas graças à Deus, que Ele me conservou a vida.
Em todo esse tempo, procurei  oito advogados (ao todo),sabe o que eles me respondiam?
“Não vamos entrar agora com esse processo porquê poderemos prejudicar a campanha do “fulano” que era candidato a vereador, e de outro fulano que era candidato a presidência da "OAB”. É um absurdo!
Passaram-se 8 anos, até que consegui  conversar com um promotor da cidade de Anápolis, muito competente por sinal que resolveu escutar minha “história”.
Pude perceber que muitas pessoas conheciam minha história,e, inclusive da outra parte.
Convivi com pessoas inexcrupulosas, que meu coração não compreeendia,vivi o gosto amargo de presenciar atos inexcrupulosos, cheios de ambições e abusos.
Fui perseguida pela mãe do fulano  com todos os tipos de injúrias que se possa imaginar,fui obrigada a colocar um sobrenome dos meus filhos que nunca absorvi, na minha concepção familiar o sobrenome que o filho recebe é do chefe de família, ou seja, do avô paterno. A indignação não foi só minha, mas do avô paterno também, que naquela época foi à minha residência indignado.
Tenho recebido inúmeras cartas dos meus leitores perguntando quem sou eu?
Bem, chegou um momento que eu nem sabia quem era eu mesma,e, nem porquê tantas catástrofes ocorreram em minha vida.
Nasci em Anápolis, no interior do estado de Goiás, venho de uma família simples, meu pai advogado e fiscal do Estado aposentado, minha mãe , pedagoga, tenho cinco irmãos, uma família humilde , longe de qualquer ato inexcrupuloso ou ambição egoísta.
Obviamente continuo sofrendo por mais perseguições e minha preocupação sempre foi meus filhos. Uma influência negativa em todos os aspectos, afetando gravemente o sentido familiar e natural do desenvolvimento das minhas crianças.
Em meio essas linhas não consigo expressar metade do que tenho enfrentado, mas fica aqui o meu desabafo como mãe de família, e como uma pessoa que graças à Deus  teve a possibilidade de se reerguer!
Agradeço aos meus leitores pelas cartas e pelo carinho!
Vida que segue!

Obrigada!
Sula Costa.

Anápolis, 04 de julho de 2011.







This Independence Day, I hope you’ll join me and my family in recognizing both our brave men and women in uniform and their families for everything they do to protect our country and our way of life.

We know that when our troops are called to serve, their families serve right along with them. For military kids, that means stepping up to help with the housework and putting on a brave face through all those missed holidays, bedtimes and ballet recitals. For military spouses, it means pulling double-duty, doing the work of both parents, often while juggling a full-time job or trying to get an education.

That’s why, a few months ago, Dr. Jill Biden and I started Joining Forces, a nationwide campaign to recognize, honor, and serve our military families. Our troops give so much to this country and they ask us for just one thing in return: to take care of their families while they’re gone. So we’ve put out a call to action. We’re urging all Americans to ask themselves one question: What can I do to give back to these families that have given so much?

To answer that question you can go to JoiningForces.gov and learn more about how you can get involved. And you can get started right now through Operation Honor Card by pledging to spend a certain number of hours serving military families in your community.
Our motto for Joining Forces is very simple: Everyone can do something. We've met folks in every corner of the country who are stepping up and helping out in their own small ways in their neighborhoods and in their communities. They’re popping over to rake the leaves, or bringing a family a home-cooked meal, or offering to babysit. And I know that if we each do whatever we can, if we all join forces, we can show military families across this country that we have them in our hearts, we have them in our prayers, and we always have their backs.

Happy Independence Day!

Sincerely,

First Lady Michelle Obama

P.S. Today, my husband and I will welcome troops and their families from across the country to the White House for a special USO concert and a great view of the fireworks on the National Mall. You can watch the whole thing live on WhiteHouse.gov/live starting at 7 p.m. EDT.







                                            JULY 2011  







NITED KINGDOM - JULY 2nd 10th       

I'm back in the UK doing a quick summer tour.


July 2nd - Northampton @ Royal Derngate: Mek Mi Laugh
July 3rd - South London @ Hide Away: Sunday Comedy Club
July 3rd - Central London @ Sound Night Club
July 5th - Farringdon London @ Nineteen Twenty: Cosy Show
July 6th - Angel London @ Cottons: Comedy at Cottons
July 8th - Portsmouth @ Highlight
July 9th - Portsmouth @ Highlight
July 10th - Camden London @ Highlight: LOL Show! 



  TRIBUTE TO THE KING

WEST PALM BEACH, FL- JULY 14
th   
I'm happy and fortunate to be doing a tribute-benefit
 to the late great Richard Pryor.
 A portion of the proceeds will go to benefit multiple sclerosis.

GET DEPENDENCE ON INDEPENDENCE DAY!




































SHORT DEADLINE!
S        




HORT CUTS FESTIVAL DEADLINE - JULY 18th        
The deadline to submit your short film
 to the NBC Short Cuts Festival is JULY 18thweather
 it's comedy, drama, sci-fi,
 or horror & it's fast approaching! 






CREOLE vs. FRENCH
MONTREAL  - JULY 21st 24th        

Voulez vous coucher avec moi ce soir?? 
That Haitian dude is gonna run into some French cats at the Montreal 
Just For Laughs! I'm doing The Ethnic Show at Club Soda!

Featuring Sebastian Maniscalco, Angelo Tsarouchas, Modi, Maz Jobrani,
 & that Haitian Dude Wil Sylvince! 








 DIVERSITY TO STAND UP
TORONTO  - JULY 26th        

NBC'S Stand Up For Diversity heads to Toronto to look for some to
 Canada's best up &
 coming comedians. 
That Haitian Dude Wil Sylvince will be hosting the show at Yuk Yuks Comedy Club.

For more info click here!
 



BAHAMA MAMMAS


BAHAMAS  - JULY 30th        

That Haitian Dude Wil Sylvince will be spotted in the Bahamas!
  I love me some Caribbean Island place mon! I'm performing at 
the Nassau Wyndham Crystal Palace.
   








smileyface 

  LOVE/ HAITI  RELATIONSHIP


Please don't forget us in Haiti.