quarta-feira, 29 de junho de 2011

Eis que conheço os vossos pensamentos, e os maus intentos com que me fazeis injustiça.(Jó 21:27)


Homenagem ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso


Amanhã, quinta-feira, dia 30, o PSDB Nacional fará homenagem ao seu Presidente de Honra e ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, pelo seu aniversário de 80 anos.  O evento será realizado de 10h às 13h no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal, com transmissão ao vivo pelo site do PSDB.Acompanhe aqui.


Brasília, 29 de junho de 2011
Assessoria de Imprensa








New York City's Best Brazilian Steakhouse
Summer Sizzles in Tribeca
An array of Brazilian special cut meats grilled to perfection and carved sizzling hot right at your table.
Don't forget about our impressive Award winning wine list, gourmet salad bar,
fish dishes, poultry, lamb, pork and various tasty traditional side dishes.

Violência doméstica.
Violência doméstica é a violência, explícita ou velada, literalmente praticada dentro de casa ou no âmbito familiar, entre indivíduos unidos por parentescoco civil (marido e mulher, sogra, padrasto) ou parentesco natural pai, mãe, filhos, irmãos etc. Inclui diversas práticas, como a violência e o abuso sexual contra as crianças, maus-tratos contra idosos, e violência contra a mulher e contra o homem geralmente nos processos de separação litigiosa além da violência sexual contra o parceiro.


E quando o agressor não acha que cometeu crime?


Pode ser dividida em violência física — quando envolve agressão directa, contra pessoas queridas do agredido ou destruição de objectos e pertences do mesmo (patrimonial); violência psicológica — quando envolve agressão verbal, ameaças, gestos e posturas agressivas, jurídicamente produzindo danos morais; e violência sócio-económica, quando envolve o controle da vida social da vítima ou de seus recursos económicos. Também alguns consideram violência doméstica o abandono e a negligência quanto a crianças, parceiros ou idosos. Enquadradas na tipologia proposta por Dahlberg; Krug, [2] na categoria interpessoais, subdividindo-se quanto a natureza Física, Sexual, Psicológica ou de Privação e abandono. Afetando ainda a vida doméstica pode-se incluir da categoria autodirigida o comportamento suicída especialmente o suicídio ampliado (associado ao homicídio de familiares) e de comportamentos de auto-abuso especialmente se consideramos o contexto de causalidade.



É mais frequente o uso do termo "violência doméstica" para indicar a violência contra parceiros, contra a esposa, contra o marido e filhos. A expressão substitui outras como "violência contra a mulher". Também existem as expressões "violência no relacionamento", "violência conjugal" e "violência intra-familiar".



Note que o poder num relacionamento envolve geralmente a percepção mútua e expectativas de reação de ambas as partes calcada nos preconceitos e/ou experiências vividas. Uma pessoa pode se considerar como subjugada no relacionamento, enquanto que um observador menos envolvido pode discordar disso.



Muitos casos de violência doméstica encontram-se associados ao consumo de álcool e drogas, pois seu consumo pode tornar a pessoa mais irritável e agressiva especialmente nas crises de abstinência. Nesses casos o agressor pode apresentar inclusive um comportamento absolutamente normal e até mesmo "amável" enquanto sóbrio, o que pode dificultar a decisão da parceiro em denunciá-lo.


A maioria das vítimas perdoa a violência por medo.

A maioria dos entrevistados (72%) não reconhece que cometeu a agressão. "O homem chega na delegacia achando que a mulher o denunciou para confrontá-lo, para humilhá-lo. Eles não acham que o que fizeram é crime e que a mulher está em busca de ajuda",



Em 1984, a psiquiatra americana Lenore Walker realizou um estudo sobre a violência doméstica e estabeleceu um ciclo de três fases: a de tensão, na qual a mulher sente que vai ser agredida, a da agressão propriamente dita e, por fim, a fase de lua-de-mel, quando o agressor pede desculpas à vítima e tenta fazer as pazes. É nesta última fase que a mulher desiste de levar a denúncia adiante. "Elas perdoam porque acham que o marido vai melhorar mas, por trás disso, há uma dependência econômica. Por causa dos filhos, as vítimas têm medo de ficarem sozinhas".



O enfrentamento da violência contra a mulher exige o envolvimento da sociedade como um todo – movimentos sociais.
________________________________________________________

Se um filósofo queres ser, onde, neste globo, vive um sábio tal que venha a saber o que é formado por quatro e mesmo que soubesse tudo isso, seria, ainda assim, sempre um aprendiz. Portanto, ó Humano, com toda a tua força, reconhece a Deus e a ti mesmo à luz de Deus e à da Natureza, pois estas luzes derramam ambas Deus sobre ti, para ...que possas a Ele te assemelhar, Ele é um Deus quádruplo, fica sabendo, como és de um guádruplo barro feito. Isto te faz bem conhecer a natureza com sapiência, luz e compreensão, a ti ela é mostrada.



Que em ti só reside a paciência. Para nada pode teu olho ser cego, seja do corpo ou da mente. Sê, pois, grato a teu Deus, que em bom tempo, isto colocou diante de ti. Sê feliz com o que Deus te outorgou, desafia-os, pois quatro em um eles não têm.