quinta-feira, 31 de março de 2011

"Amar é o contrário de utilizar." [ Papa João Paulo II ]





Surprised at how much it cost last time you filled up your gas tank? You're not alone. Millions of families and businesses across the country are feeling the pinch of rising gas prices.
Here's the thing: as long as our economy relies on oil and as demand in countries like China and India continues to grow, we'll be subject to these kinds of spikes in gas prices. 
We've been down this road before -- just three years ago, gas prices rose to their highest level ever. There was no quick fix to lower prices then, just as there isn't one now.
For decades, politicians here in Washington have talked a lot about the dangers of our dependence on foreign oil, but this talk hasn't always been met with action. And today, Americans pay a price for that inaction every time they fill up their tanks.
Yesterday, we unveiled a Blueprint for a Secure Energy Future that sets a goal of reducing our imports of foreign oil. By 2025 -- a little more than a decade from now -- we will have cut that reliance by one-third. 
Learn more about the Blueprint and watch President Obama's speech onenergy security:
In his speech yesterday, President Obama outlined his plan to secure our energy future by developing and securing America's energy resources, bringing energy costs down for consumers, and innovating our way to a clean energy future. 
  • Increase domestic energy productionLast year, American oil production reached its highest level since 
    •  2003. And, because we can't just drill our way out of this crisis, we're reducing our dependence on oil by increasing fuel efficiency and increasing our production of natural gas and biofuels.
    • Reduce demand for oil. Transportation is responsible for 70 percent of our petroleum consumption, so one of the quickest and easiest ways to reduce our dependence on foreign oil is to make transportation more efficient.  That's why, in April of last year, the Obama Administration established a groundbreaking national fuel efficiency standard for cars and trucks that will save us 1.8 billion barrels of oil and save consumers thousands of dollars. We're also making investments in electric vehicles and the advanced batteries that power them to ensure that high-quality, fuel-efficient cars and trucks are built right here in America.
    • Increase production of clean energy. In his State of the Union address, President Obama set a goal that by 2035, 80 percent of our electricity should come from clean energy sources including renewables like wind and solar, nuclear energy, efficient natural gas, and clean coal.
    The concepts are straightforward, but the execution will be challenging. In order to make this happen, Republicans and Democrats in Congress must findcommon ground for a responsible and effective energy policy.
    But no matter your views on this issue, I think we can all agree that the United States simply can't afford to leave this challenge for future generations to solve.
    Sincerely,
    David Plouffe
    Senior Advisor to the President
    P.S. Check out our new Advise the Advisor video featuring Secretary of Energy Steven Chu and give us your feedback on how we can meet the President's goal of reducing imports of oil by one-third in a little over a decade:
    http://www.WhiteHouse.gov/Advise


  • Provérbios 8

    Não clama porventura a sabedoria, e a inteligência não faz ouvir a sua voz?
    No cume das alturas, junto ao caminho, nas encruzilhadas das veredas se posta.
    Do lado das portas da cidade, à entrada da cidade, e à entrada das portas está gritando:
    A vós, ó homens, clamo; e a minha voz se dirige aos filhos dos homens.
    Entendei, ó simples, a prudência; e vós, insensatos, entendei de coração.
    Ouvi, porque falarei coisas excelentes; os meus lábios se abrirão para a eqüidade.
    Porque a minha boca proferirá a verdade, e os meus lábios abominam a impiedade.
    São justas todas as palavras da minha boca: não há nelas nenhuma coisa tortuosa nem pervertida.
    Todas elas são retas para aquele que as entende bem, e justas para os que acham o conhecimento.
    Aceitai a minha correção, e não a prata; e o conhecimento, mais do que o ouro fino escolhido.
    Porque melhor é a sabedoria do que os rubis; e tudo o que mais se deseja não se pode comparar com ela.
    Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e acho o conhecimento dos conselhos.
    O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio.
    Meu é o conselho e a verdadeira sabedoria; eu sou o entendimento; minha é a fortaleza.
    Por mim reinam os reis e os príncipes decretam justiça.
    Por mim governam príncipes e nobres; sim, todos os juízes da terra.
    Eu amo aos que me amam, e os que cedo me buscarem, me acharão.
    Riquezas e honra estão comigo; assim como os bens duráveis e a justiça.
    Melhor é o meu fruto do que o ouro, do que o ouro refinado, e os meus ganhos mais do 
  •  que a prata escolhida.
    Faço andar pelo caminho da justiça, no meio das veredas do juízo.
    Para que faça herdar bens permanentes aos que me amam, e eu encha os seus tesouros.
    O SENHOR me possuiu no princípio de seus caminhos, desde então, e antes de suas obras.
    Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra.
    Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas.
    Antes que os montes se houvessem assentado, antes dos outeiros, eu fui gerada.
    Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem o princípio do pó do mundo.
    Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo;
    Quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo,
    Quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra.
    Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;
    Regozijando-me no seu mundo habitável e enchendo-me de prazer com os filhos dos homens.
    Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados serão os que guardarem os meus caminhos.
    Ouvi a instrução, e sede sábios, não a rejeiteis.
    Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.
    Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do SENHOR.
    Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.







"Somente quando encontramos o amor, é que descobrimos o que nos faltava 
na vida." [ John Ruskin ]