quinta-feira, 31 de março de 2011

"Amar é o contrário de utilizar." [ Papa João Paulo II ]





Surprised at how much it cost last time you filled up your gas tank? You're not alone. Millions of families and businesses across the country are feeling the pinch of rising gas prices.
Here's the thing: as long as our economy relies on oil and as demand in countries like China and India continues to grow, we'll be subject to these kinds of spikes in gas prices. 
We've been down this road before -- just three years ago, gas prices rose to their highest level ever. There was no quick fix to lower prices then, just as there isn't one now.
For decades, politicians here in Washington have talked a lot about the dangers of our dependence on foreign oil, but this talk hasn't always been met with action. And today, Americans pay a price for that inaction every time they fill up their tanks.
Yesterday, we unveiled a Blueprint for a Secure Energy Future that sets a goal of reducing our imports of foreign oil. By 2025 -- a little more than a decade from now -- we will have cut that reliance by one-third. 
Learn more about the Blueprint and watch President Obama's speech onenergy security:
In his speech yesterday, President Obama outlined his plan to secure our energy future by developing and securing America's energy resources, bringing energy costs down for consumers, and innovating our way to a clean energy future. 
  • Increase domestic energy productionLast year, American oil production reached its highest level since 
    •  2003. And, because we can't just drill our way out of this crisis, we're reducing our dependence on oil by increasing fuel efficiency and increasing our production of natural gas and biofuels.
    • Reduce demand for oil. Transportation is responsible for 70 percent of our petroleum consumption, so one of the quickest and easiest ways to reduce our dependence on foreign oil is to make transportation more efficient.  That's why, in April of last year, the Obama Administration established a groundbreaking national fuel efficiency standard for cars and trucks that will save us 1.8 billion barrels of oil and save consumers thousands of dollars. We're also making investments in electric vehicles and the advanced batteries that power them to ensure that high-quality, fuel-efficient cars and trucks are built right here in America.
    • Increase production of clean energy. In his State of the Union address, President Obama set a goal that by 2035, 80 percent of our electricity should come from clean energy sources including renewables like wind and solar, nuclear energy, efficient natural gas, and clean coal.
    The concepts are straightforward, but the execution will be challenging. In order to make this happen, Republicans and Democrats in Congress must findcommon ground for a responsible and effective energy policy.
    But no matter your views on this issue, I think we can all agree that the United States simply can't afford to leave this challenge for future generations to solve.
    Sincerely,
    David Plouffe
    Senior Advisor to the President
    P.S. Check out our new Advise the Advisor video featuring Secretary of Energy Steven Chu and give us your feedback on how we can meet the President's goal of reducing imports of oil by one-third in a little over a decade:
    http://www.WhiteHouse.gov/Advise


  • Provérbios 8

    Não clama porventura a sabedoria, e a inteligência não faz ouvir a sua voz?
    No cume das alturas, junto ao caminho, nas encruzilhadas das veredas se posta.
    Do lado das portas da cidade, à entrada da cidade, e à entrada das portas está gritando:
    A vós, ó homens, clamo; e a minha voz se dirige aos filhos dos homens.
    Entendei, ó simples, a prudência; e vós, insensatos, entendei de coração.
    Ouvi, porque falarei coisas excelentes; os meus lábios se abrirão para a eqüidade.
    Porque a minha boca proferirá a verdade, e os meus lábios abominam a impiedade.
    São justas todas as palavras da minha boca: não há nelas nenhuma coisa tortuosa nem pervertida.
    Todas elas são retas para aquele que as entende bem, e justas para os que acham o conhecimento.
    Aceitai a minha correção, e não a prata; e o conhecimento, mais do que o ouro fino escolhido.
    Porque melhor é a sabedoria do que os rubis; e tudo o que mais se deseja não se pode comparar com ela.
    Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e acho o conhecimento dos conselhos.
    O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio.
    Meu é o conselho e a verdadeira sabedoria; eu sou o entendimento; minha é a fortaleza.
    Por mim reinam os reis e os príncipes decretam justiça.
    Por mim governam príncipes e nobres; sim, todos os juízes da terra.
    Eu amo aos que me amam, e os que cedo me buscarem, me acharão.
    Riquezas e honra estão comigo; assim como os bens duráveis e a justiça.
    Melhor é o meu fruto do que o ouro, do que o ouro refinado, e os meus ganhos mais do 
  •  que a prata escolhida.
    Faço andar pelo caminho da justiça, no meio das veredas do juízo.
    Para que faça herdar bens permanentes aos que me amam, e eu encha os seus tesouros.
    O SENHOR me possuiu no princípio de seus caminhos, desde então, e antes de suas obras.
    Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra.
    Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas.
    Antes que os montes se houvessem assentado, antes dos outeiros, eu fui gerada.
    Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem o princípio do pó do mundo.
    Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo;
    Quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo,
    Quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra.
    Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;
    Regozijando-me no seu mundo habitável e enchendo-me de prazer com os filhos dos homens.
    Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados serão os que guardarem os meus caminhos.
    Ouvi a instrução, e sede sábios, não a rejeiteis.
    Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.
    Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do SENHOR.
    Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.







"Somente quando encontramos o amor, é que descobrimos o que nos faltava 
na vida." [ John Ruskin ] 

segunda-feira, 28 de março de 2011

"Só há um caminho para a felicidade. Não nos preocuparmos com coisas que ultrapassam o poder da nossa vontade." [ Epicuro ]


"Tudo que respira, louvai ao Senhor..."







Caros amigos,
Na próxima terça-feira, dia 29.03, o Senado Federal realizará uma Sessão Solene para homenagear Mário Covas, nos 10 anos de seu falecimento.
A sessão está marcada para as 14 horas, e sua presença nessa homenagem a esse grande companheiro nosso é muito importante.
Um forte abraço,
Sérgio Guerra,
Presidente Nacional do PSDB

Junte-se a nós www.psdb.org.br







Oito seleções iniciam nesta terça-feira (dia 29) a disputa pelo título do Campeonato Brasileiro Sub-17 Masculino – 2ª Divisão. A competição, que termina no dia 3 de abril, acontece no Ginásio Internacional Newton de Faria (Av. Senador Lourenço Dias, s/nº - Centro). Goiás, Pará, Roraima, Amapá, Alagoas, Rio Grande do SulMato Grosso e Bahia disputam três vagas na primeira divisão em 2012 e os três últimos colocados descem para a terceira divisão.

Treinando sob o comando do técnico Breno Pinheiro, a seleção de Goiás tem como objetivo o lugar mais alto do pódio. Campeões nas categorias sub-17 e sub-15 da terceira divisão em 2010, querem repetir o feito, mas desta vez na segunda divisão. Os treinos estão sendo realizados desde 15 de fevereiro, no ginásio Rio Vermelho, em Goiânia (GO).

“Estamos focados no objetivo e queremos ser campeões novamente. Começamos a preparação com 26 atletas, estamos com 19 e na véspera ficaremos somente com os que vão viajar. Está muito difícil escolher entre os meninos. É um grupo nivelado e todos absorveram muito bem a filosofia da seleção. Facilitou também o fato de os meninos terem vindo de um trabalho muito bem feito pelos seus respectivos clubes. Poderemos contar também com Luis Fernando Ferreira, Herbert Melo e Marcos Henrique Perini, que são mais experientes e possuem bom ritmo de jogo”, disse Breno Pinheiro, que pela segunda vez é técnico da seleção. O atleta Carlos Netho que joga como ala/armador é Anapolino e faz parte da Seleção Goiana que irá disputar este certame.



VITÓRIA DE PARÁ, RORAIMA, BAHIA E GOIÁS NA SEGUNDA RODADA DO BRASILEIRO




A seleção do Pará venceu a do Amapá por 80 a 33 (31 a 9 no primeiro tempo), na abertura da segunda rodada do Campeonato Brasileiro Sub-17 Masculino – 2ª Divisão, na cidade goiana de Anápolis. Os cestinhas foram Ramon Martins (PA) e Luiz Guilherme Santos (AP), com 24 e 19 pontos, respectivamente.

Com um duplo-duplo (29 pontos e 17 rebotes), o pivô Leonardo Boston foi o cestinha e destaque da vitória de Roraima sobre Alagoas por 70 a 59 (29 a 21). O ala Arthur de Vasconcelos foi o principal pontuador do time alagoano, com 26 pontos. No penúltimo jogo a Bahia derrotou o Mato Grosso por 60 a 36 (32 a 23). Com um duplo-duplo (25 pontos e 11 rebotes), Gustavo Castro foi o cestinha. Alan Hubner e Paulo Lourenço, pelo Mato Grosso, marcaram sete pontos.

A rodada terminou com a vitória de Goiás sobre o Rio Grande do Sul 59 a 56 (22 a 41). O cestinha da partida foi o goiano Herbert Melo, com 22 pontos e sete rebotes. Thiago Marques com 10 pontos foi o principal pontuador gaúcho.

As oito seleções foram dividas em dois grupos de quatro. As equipes jogam entre si dentro de suas respectivas chaves. Os dois primeiros de cada grupo se classificam para a fase semifinal e os vencedores disputam o título. Os três primeiros lugares estão classificados para a primeira divisão e os três últimos colocados descem para a terceira divisão do Brasileiro sub-17, em 2012.


CAMPEONATO BRASILEIRO SUB-17 MASCULINO – 2ª DIVISÃO

Ginásio Internacional Newton de Faria (Av. Senador Lourenço Dias, s/nº - Centro)
2ª rodada – Quarta-feira (dia 30)

Amapá 33 x 80 Pará (1º tempo:9 x 31)

Cestinhas: Luiz Guilherme Santos (AP) 19pts e Ramon Martins (PA) 24pts

Alagoas x Roraima (1º tempo: 29 x 21)
Cestinhas: Arthur de Vasconcelos (AL) 26pts e Leonardo Boston (RR) 29pts

Bahia 60 x 36 Mato Grosso (1º tempo: 32 x 23)

Cestinhas: Gustavo Castro (BA) 25pts e Alan Hubner e Paulo Lourenço (MT) 7pts

Goiás 59 x 56 Rio Grande do Sul (1º tempo: 22 x 41)

Cestinhas: Herbert Melo (GO) 22pts e Thiago Marques (RS) 10pts





"Não temos tanta necessidade da ajuda dos amigos quanto da certeza da sua
ajuda." [ Epicuro ]



terça-feira, 15 de março de 2011


Energia renovável no Brasil

Usina Hidrelétrica de Itumbiara, em Araporã, localizada no Médio Paranaíba.

As energias renováveis no Brasil representaram mais de 85,4% da energia produzida internamente e utilizada no Brasil, segundo dados preliminares do Balanço Energético Nacional 2009, realizado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).[1] Após os choques do petróleo de 1970, o Brasil passou a se concentrar no desenvolvimento de fontes alternativas de energia, principalmente o etanol. Suas grandes fazendas de cana-de-açucar ajudaram muito nesse processo. No ano de 1985, 91% dos carros produzidos funcionavam em etanol de cana. Hoje, o país manteve o índice. Esta é uma grande conquista, considerando que outros países no mundo ainda dependem muito do petróleo.


O Brasil realizou o seu primeiro leilão de energia eólica em 2009, em um movimento para diversificar a sua matriz de energia. As empresas estrangeiras estão se esforçando para participar. No início desta década, uma grande seca no Brasil limitou água às barragens hidroelétricas do país, causando uma grave escassez de energia. A crise, que devastou a economia do país e levou ao racionamento de energia elétrica, ressaltou a necessidade premente do país em diversificar suas fontes de energia. A licitação deve levar à construção de dois gigawatts de produção de energia eólica com um investimento de cerca de US$ 6 bilhões, nos próximos dois anos. O Brasil dispõe da hidroeletricidade para mais de 3/4 de sua matriz energética, mas as autoridades estão incentivando as energias de biomassa e eólica como alternativas primárias. O maior potencial de energia eólica no Brasil é durante a estação seca, por isso esse tipo de energia é excelente contra a baixa pluviosidade e a distribuição geográfica dos recursos hídricos existentes no país. O potencial técnico do Brasil para a energia eólica é de 143 gigawatts. A Associação Brasileira de Energia Eólica e o governo definiram uma meta de alcançar 10 gigawatts de capacidade de energia eólica até 2020, dos atuais 605 megawatts, com outros 450 megawatts em construção. A indústria espera que o leilão irá ajudar a lançar o setor da energia eólica, que já responde por 70% do total em toda a América Latina.











Lata velha!!! Help wanted!!!!





Recados Para Orkut

sábado, 12 de março de 2011

" O prazer de fazer o bem, é maior do que recebê-lo." [ Epicuro ]

SECOM - Secretaria de Comunicação Social do Governo Federal Sobre a Secom



Educação profissional receberá recursos para assistência estudantil.




Benefícios variam de acordo com a instituição e perfil da comunidade atendida/ Foto: portal.mec.gov.br Investimento será de R$ 150 milhões. Agora os institutos federais e os centros federais de educação tecnológica terão repasses específicos para este tipo de programa.

A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica receberá, em 2011, R$ 150 milhões para investimento em assistência estudantil. O recurso será repassado pelo Ministério da Educação (MEC). É a primeira vez que os institutos federais e os centros federais de educação tecnológica terão repasses específicos para aplicar em programas dessa natureza. Antes, a reserva de verbas era decidida internamente pelos membros da rede.

Os valores foram definidos proporcionalmente ao número de matrículas de cada unidade. O Nordeste terá a maior parte dos recursos. São mais de R$ 46 milhões investidos nos 11 institutos federais localizados na região. Entre os estados, Minas Gerais e Rio de Janeiro receberão juntos cerca de um quinto da verba, com R$ 13,8 milhões e R$ 14 milhões, respectivamente, o que totaliza R$ 27,8 milhões.

“Temos um cenário novo, com mais oportunidades a pessoas de baixa renda que, em alguns casos, saem de seus estados para estudar em uma instituição da rede”, ressalta a coordenadora de políticas da educação profissional do MEC, Caetana Juracy Rezende.

A assistência estudantil integra uma política da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC que engloba uma série de ações, que vão desde o atendimento a necessidades básicas dos estudantes, como bolsas, auxílio-transporte, alojamento, alimentação, até acompanhamento pedagógico. Os benefícios, que variam de acordo com a instituição e perfil da comunidade atendida, combatem a evasão e melhoram as condições de ensino e desempenho em sala de aula.

Avaliação do professor será realizada todos os anos

Portaria normativa que institui a prova nacional de concurso para o ingresso na carreira docente foi publicada pelo Ministério da Educação (MEC) na última quinta-feira (3), no Diário Oficial da União. A prova será realizada uma vez por ano, de forma descentralizada, em todas as unidades da Federação. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) será o responsável pela coordenação e aplicação da prova, prevista para 2012.

A participação do professor é voluntária. O uso dos resultados para seleção de docentes pelas redes estaduais, municipais e do Distrito Federal se dará por adesão ao exame. A realização da prova nacional tem uma série de objetivos. Entre eles, subsidiar as redes públicas de educação na realização de concurso para admissão de docentes e conferir parâmetros de auto-avaliação aos participantes.

A regulamentação da prova nacional de avaliação de professores, segundo o MEC, resulta de um pacto celebrado por entidades ligadas à formação de docentes em conjunto com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (Cnte) e o MEC.

A portaria também instituiu o comitê de governança, de caráter consultivo, vinculado ao Inep, que tem entre suas atribuições avaliar a matriz de referência da prova nacional, opinar sobre a periodicidade de atualização da matriz e sobre formas de adesão à prova.







        



Saudoso José Alencar



Terá início o processo seletivo para contratação de professores de Educação Física que atuarão no Programa Segundo tempo em Anápolis.

Será 1 vaga de coordenador pedagógico (edital aberto)

2 vagas de coordenador setorial (sairá em breve o edital)

48 vagas de coordenadores de núcleo (sairá em breve o edital)

O Segundo Tempo será mais uma ação que somará ao PROGRAMA ESPORTE PARA TODOS promovido pela Prefeitura de Anápolis através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, desta vez com o importante apoio do Governo Federal através do Ministério do Esporte.

O interessado em concorrer a esta vaga que está com edital aberto deverá atender as seguintes exigências:

1. Ser brasileiro que preencha os requisitos estabelecidos em lei, assim como estrangeiro na forma da lei.

2. Possuir idade mínima completa de 18 anos.

3. Possuir formação em Bacharel em Esporte ou Licenciado/Bacharel em Educação Física.
4. Apresentar experiência comprovada em Gestão e Administração de Projetos Esportivo-Educacionais, emitida por uma instituição pública ou privada com reconhecida competência para desenvolver Projetos Esportivo-Educacionais.

5. Estar em dia com as obrigações da Justiça Eleitoral.

6. Apresentar o certificado de reservista ou de dispensa de incorporação no caso de brasileiro do sexo masculino.

7. Gozar de aptidão física e mental para o exercício das atribuições da função temporária, não sendo portador de deficiências incompatíveis com o exercício da função.

8. Apresentar a cópia simples da documentação comprobatória, acompanhada da original, da formação específica exigida para atuação na função temporária.


9. Cumprir com as determinações deste edital e demais requisitos da Lei Municipal nº 237, de 21 de dezembro de 2010.


DA VAGA, FUNÇÃO, CARGA HORÁRIA, REMUNERAÇÃO E DURAÇÃO DO CONTRATO

1. Será oferecida 1 (uma) vaga de coordenador pedagógico que atenderá o programa Segundo Tempo.

2. Carga horária semanal de 40h, desenvolvidas no turno matutino e vespertino.

3. A remuneração prevista para a função é de 2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais) mensais.

4. A duração do contrato temporário será de 18 meses.

DAS INSCRIÇÕES

1. Será admitido o requerimento de inscrição somente no Ginásio Internacional Newton de Faria, situado na Av. José Lourenço Dias, s/n – Centro – Anápolis-GO, sala da Diretoria de Apoio Técnico, solicitada no período entre 08 horas do dia 15 de março de 2011 e 17 horas do dia 16 de março de 2011, observado o horário oficial de Brasília/DF. (ver edital)


2. Os candidatos deverão apresentar, no ato do requerimento de inscrição, os seguintes documentos:

2.1. Ficha de requerimento de inscrição com foto 3x4 (Anexo I).

2.2. Currículo resumido e padronizado de acordo com o Anexo II do Edital.

2.3. Cópia simples, acompanhada do original dos seguintes documentos: RG; CPF; diploma ou declaração de conclusão do curso superior de Educação Física, juntamente com demais títulos; Certificado/Declaração que comprove experiência em Gestão e Administração de Projetos Esportivo-Educacionais, emitida por uma instituição pública ou privada com reconhecida competência para desenvolver Projetos Esportivo-Educacionais; comprovante de endereço; comprovação de estar em dias com a justiça eleitoral; comprovação de regularidade ao serviço militar (homens).

4. Não haverá cobrança de taxa de inscrição.

OBS: O EDITAL NA INTEGRA E ANEXOS RELACIONADOS ENCONTRAM-SE DISPONÍVEIS NO SITE DA PREFEITURA MUNICIPAL www.anapolis.go.gov.br EDITAIS.


Muitoooo lindos!!!


terça-feira, 8 de março de 2011

"Toda propaganda tem que ser popular e acomodar-se à compreensão do menos inteligente dentre aqueles que pretende atingir." (Adolf Hitler)

The state of the American education system today is unacceptable. As many as one quarter of American students don’t finish high school. We've fallen to ninth place in the proportion of young people with college degrees. The quality of our math and science education lags behind many other nations.

For the sake of the next generation, and America's economic future, this has to change.
Providing our nation's students with a world-class education is a shared responsibility. We can't out-compete the rest of the world in the 21st century global economy unless we out-educate them. It's going to take all of us -- educators, parents, students, philanthropists, state and local leaders, and the federal government -- working together to prepare today’s students for the jobs of the 21st century.

That's why I want to hear from you. As President Obama's chief advisor on domestic policy, I focus much of my time on education reform. As part of the White House’s new Advise the Advisor program, I've posed a few key questions for parents, teachers and students to answer so we can get a sense of what’s working in your communities -- and what needs to change.

Take a minute to let me know what you think:




The good news is that we're making progress and seeing improvements around the country already, focusing on our own Three R's: responsibility, reform and results.
Take Miami Central High School, where the President and I traveled on Friday. Several years ago, Miami Central was struggling. Achievement was lagging at the school, and morale was down. Graduation rates hovered at just 36 percent. But the Miami Central community came together. They set high expectations, and they did the hard work to reform their school. They've turned around their performance -- academic achievement is improving, and graduation rates have improved by nearly 30 points. Miami Central is now well on its way toward providing college and career readiness for its students.

Today, we're visiting TechBoston Academy, a great example of private-sector, non-profit and higher-education partners working with communities to help prepare students with the knowledge and skills they'll need to succeed in college and careers. At TechBoston Academy sixth grade through twelfth grade students learn by using technology in their classrooms. Thanks to strong partners, TechBoston students have access to a 21st century curriculum, early enrollment in college classes, and an extended day program to provide enrichment and to deepen learning in core subjects.

These schools in Miami and Boston are just two examples of success. I'm looking for feedback from more all-star schools, as well as your strategies and challenges to reform our education system.

As I mentioned earlier, education reform is a shared responsibility for all of us, and it's one that we at the White House take very seriously.

Sincerely,

Melody Barnes

Director of the Domestic Policy Council

http://www.whitehouse.gov/education-newsletter